Cultura maker apoia o aprendizado criativo durante a pandemia e na retomada das aulas

Colocar a mão na massa torna a aprendizagem mais significativa mesmo a distância e pode diversificar as aulas presenciais depois de tanto tempo de ensino remoto
Deixe de lado o medo de errar, refazer, recriar. Partindo de uma abordagem mão na massa, a cultura maker valoriza cada etapa do processo de construção de objetos e ferramentas, com o objetivo de deixar o aprendizado mais significativo. “Como as coisas ao nosso redor são desenhadas? Como os objetos são criados? Como é pensado esse design? Despertar essa sensibilidade faz com que professores e alunos olhem para o mundo de maneira a querer intervir, a querer resolver algum problema, para torná-lo mais inovador e mais bonito”.

Reportagem completa – Porvir – clique aqui.