Sobre as mudanças no modo de dar aulas e o impacto que elas podem gerar na educação do país, Roberta diz que de forma geral foi uma experiência difícil para os estudantes, professores e escolas. De acordo com os resultados, sete em cada 10 famílias atribuem nota 6 ou mais para o ensino remoto que os filhos receberam durante a pandemia. Apenas 21% atribuem notas 9 e 10 para a experiência. Os pais de alunos do setor público fazem uma avaliação menos favorável da experiência do remoto, e os pais mais jovens, por outro lado, enxergam a experiência de forma mais positiva.


Clique aqui para acessar a reportagem completa.